Seguindo a série de dicas preciosas para fotografias em viagens, abordaremos aqui um item de fundamental importância e ignorado por vários viajantes, a Iluminação. A Iluminação é algo fundamental para a fotografia, tanto que, se buscarmos a etimologia da palavra fotografia veremos que esta vem do grego phosgraphein, uma junção de é dois elementos: phos ou photo, que significa “luz”, e graphein, que quer dizer “marcar”, “desenhar” ou “registrar”.  

Durante sua viagem, a menos que você leve a fotografia a um nível muito sério, dificilmente vai estar carregando uma série de equipamentos (rebatedores, flash externo, sombrinhas…) para auxiliá-lo na iluminação. Então, como se virar?

Bom, uma das dicas é esta mesmo, tente se virar de forma a aproveitar a poderosa luz do sol.  Quando estiver fotografando pessoas, procure sempre tirar fotos de forma que ele fique de frente para a pessoa. Claro, se o intuito é uma foto mais artística em um por do sol onde deseja apenas mostrar a silhueta das pessoas, esta dica não se aplica, mas em geral esta é uma dica que fará a diferença em suas fotos.

Em algum momento da viagem, pode ocorrer de que o sol fique exatamente atrás do local que gostaria de fotografar, nestes casos você pode tentar uma foto em diagonal, para tentar aproveitar um pouco da luz lateral, mas não é garantia de sucesso. 😉 Nestes casos, se você puder voltar outra hora será melhor do que qualquer tentativa de correção em um Photoshop da vida.

Há alguns anos, ficamos hospedados em um hotel em Cancún a beira-mar, um paraíso mesmo a olhos nus, o dia estava espetacular, sol forte e nenhuma nuvem no céu. Durante uma sessão de fotos que tentamos fazer, a beleza do local não se repetia nas fotos. Na hora fiquei intrigado, pensando o que pode estar acontecendo, o dia está claro, não poderia ficar assim… Bem, algumas horas mais tarde, relaxando na cadeira a beira mar regado a boas bebidas, tudo ficou claro, Eureka! Acontece que estávamos tirando fotos as 11 horas da manhã num sol escaldante e sem uma nuvem no céu, ou seja, o sol estava logo acima de nós e tudo fazia sombra exatamente para baixo, então ficávamos totalmente marcados com sombras dos cabelos e curvas do rosto. Pensando nisso, voltamos a sessão de fotos no final da tarde, e ai o resultado foi extraordinário. O que quis exemplificar aqui é que o sol é um grande aliado, mas você tem que saber aproveitá-lo e usá-lo corretamente, senão ele poderá arruinar suas fotos.

Fotografia aproveitando a luz do sol
Fotografia aproveitando a luz do sol

 

1bb0f1c26f172bab099b0280816ad572

Ah, outra dica importante é, tenha sempre em mãos um óculos de sol. Já passamos cinco dias em um cruzeiro no caribe tirando fotos que pareciam perfeitas e que quando vimos no computador percebemos que em todas elas ficamos com o olhar tal qual o de Clint Eastwood. 😀

 

 

 

 

 

Hum… Choveu?

Com chuva o dia fica um pouco mais escuro, você verá que as fotos ficarão com uma aparência mais cinzenta. Esta não é uma condição ideal para foto (exceto que esteja fazendo fotos artísticas, onde a chuva é um elemento da composição), mas natureza é bela, se por um lado ela lhe trouxe a chuva, por outro também trouxe reflexos de água, formados em poças e em superfícies (asfalto, calçada, fachadas e etc.). Se você explorar bem estes recursos, poderá criar fotografias extraordinárias. Mas se não conseguiu nenhuma, relaxe e aproveite a viagem. Lembre-se da regra número 1 que falamos no primeiro post. 😉  

Chegou a noite

Bem, agora complicou. A menos que esteja em um local muito bem iluminado, será difícil capturar fotos com qualidade. Isto acontece pois para conseguir capturar qualquer luz disponível, sua câmera terá que aumentar a sensibilidade do sensor, o que por consequência isso traz aquela aparência de ruídos ou granulados nas fotos. Em equipamentos profissionais, o sensor é mais avançado e permite utilizar uma sensibilidade bem maior sem comprometer muito a qualidade. Mas calme, nem tudo está perdido, há algumas opções. A primeira e mais simples é usar o flash, e ai tudo depende do flash que você estiver usando, se for um externo terá um pouco mais de chances de fazer uma bela foto. Outra opção, caso a foto não seja de uma pessoa ou animal, é tirar uma foto com tempo de exposição alto (já que se aumentar a sensibilidade granula, vamos aumentar o tempo), ou seja, sua câmera ficará mais tempo coletando luz para compor a fotografia.

 

 

Pessoal, esta foram mais algumas dicas que selecionamos para compartilhar com você.  Em breve lançaremos mais dicas.

Caso não tenha visto a primeira parte, confira neste link.

Gostou?! Curta e compartilhe viagens extraordinárias.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here