La Paloma é um dos balneários mais famosos e antigos do Uruguai, é uma cidade pequena, no censo de 2011 contabilizaram 3400 moradores, entretanto no verão este número sobe 10 vezes com os turistas que vão ao balneário aproveitar a cidade. Nós não iríamos entrar em La Paloma, o cronograma estava corrido, mas algo nos levou até lá, que bom!

No caminho até La Paloma a paisagem dourada nos surpreendeu!

Chegamos na praia de La Aguada e estacionamos na frente da praia, mar com ondas, larga faixa de areia e os molhes no canto onde é possível ver o Porto. Por ja estar em final de temporada, haviam poucas pessoas na praia, tudo muito calmo.

Paramos para almoçar, abrimos a casinha, comemos pão com ovos no purgatório (receita que aprendemos com um amigo nosso), pode não combinar muito com praia afinal e um prato bem quente, mas estava uma delícia e tudo isso com vista para o mar. Depois de descansamos um pouco fomos até a praia ao lado, e aí estava a praia mais linda do Uruguai a Bahia Grande de La Paloma.


Para chegar na praia você entra por uma passarela de madeira, eu fiquei impressionada com a beleza da praia e também por nunca ter ouvido falar dela. Lugar paradisíaco. As fotos falam por sí! Aliás, nesta praia tem um projeto chamado Praia Acessível, onde facilitam a chegada de cadeirantes e pessoas com alguma dificuldade de locomoção através  de passarelas, achamos muito interessante e ficamos felizes com o projeto.
A praia não tem onda e a areia começa fininha e aos poucos vai engrossando e ficando cheia de conchinhas.


Tem uma ilha chamada La Tuna que é possível chegar atravessando caminhando pela água, a água é transparente e o caminho é mais claro, guiando as pessoas que vão conhecer a pequena ilha que tem formato próximo a um coração com uma única arvore no centro. Não fomos na ilha porque confesso que achei a água muito gelada.


Depois de curtir a Bahia Grande, fomos no principal cartão postal da cidade o lindo Farol de La Paloma, na nossa opinião o segundo mais lindo do Uruguai, não deixe de conhecer. Para entrar no Farol é $15 pesos uruguaios (UYU).


Na frente do Farol tem uma prainha com grandes rochedos, dá para entender porque tantos barcos naufragavam naquela redondeza. Nesta praia tem algumas piscinas naturais, água transparente, mas tome cuidado com as pedras 😉.


Uma curiosidade do Farol, é que este é o segundo Farol feito no mesmo local, o primeiro desabou antes de ficar pronto durante uma grande tempestade, diz a lenda que ele desabou porque eles usaram água do mar para misturar com o cimento e isso deixou a estrutura frágil, ainda é preservado uma parte do 1º farol no local.

 

  • Ganhe nosso desconto em seguro de viagens, acesse aqui!
  • Encontre as passagens mais baratas aqui!
  • Reserve a melhor hospedagem com melhor preço aqui!

 

Grande Abraço.

Ju e Marcel

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here