Depois de passarmos os últimos dias nas tranquilas e acolhedoras cidades do Uruguai, chegar em Buenos Aires com trânsito, barulho e dirigindo a Grandonna foi algo um pouco tenso. A nossa sorte foi que fizemos uma escolha acertada no roteiro e resolvemos começar por Palermo. Estacionamos na frente do Planetário que fica localizado nos Bosques de Palermo, aos poucos fomos nos acalmando e se encantando com a região.

Os Bosques de Palermo

Palermo é considerado por muitos o melhor bairro de Buenos Aires, pela nossa breve experiência na cidade, saímos com a mesma impressão. Muita área verde, florido, repleto de atrações ao ar livre, uma região que aparenta tranquilidade e é frequentada não só por turistas, mas também por muitos locais.

Passamos o dia nas atrações do Parque 3 de Febrero, mais conhecido como Bosques de Palermo. Era sábado e algumas ruas próximas ao parque estavam fechadas para carros, logo elas foram tomadas por pessoas andando de skate, patins, bicicleta, correndo… enfim, por breves momentos até esquecíamos que estávamos na capital da Argentina, em uma cidade grande. Era contagiante aquele clima descontraído e relaxado no ar.

Bosque de Palermo é um conjunto de parques localizado no cruzamento da Av. Sarmiento e Av. Del Libertador, foi inaugurando em 1875 e é com certeza o parque mais frequentado de Buenos Aires. São 400 hectares muito bem cuidados, possui um planetário, um rosedal, três lagos, zoológico, jardim japonês entre outras atrações.

Começamos conhecendo a Parque do Rosedal, me encantei com a charmosa ponte que leva até o mais belo jardim de Buenos Aires, são mais de 18.000 mil rosas de diferentes espécies todas catalogadas e bem cuidadas.

Além disso, um elegante e clássico pergolado, um mirante e uma fonte formam o pátio Andaluz, este foram doados pela cidade de Sevilha, em 1929, e tudo isso deixa o parque ainda mais encantador.

No parque também tem o Jardim dos Poetas, com bustos de poetas argentinos e internacionais como Dante Alighieri e Antonio Machado.

Após passearmos pelo Parque das Rosas fomos em direção ao Planetário Galileu Galilei. Estávamos com altas expectativas já que nunca tínhamos ido em um, e o espetáculo mais que supriu elas. Pagamos ARS$ 120 (aproximadamente R$20) por pessoa e o show durou 45 minutos, super recomendamos. No local além da apresentação também há um museu.

Felizes com o grande show do planetário fomos fazer um piquenique no parque, há muitos espaços propícios para isso e vimos muitas famílias e grupos de amigos fazendo o mesmo. O nosso estava uma delícia e a paisagem ajudava muito, como fomos no final do verão os plátanos já estavam caindo, muito lindo.

Então, fomos no final do verão e foi o dia mais quente da viagem, a temperatura chegou a 34°C. Mesmo com o calor insuportável (parecia muito mais quente) estávamos muito afoitos para conhecer os encantos de Palermo. Decidimos ir até o Jardim Japonês. Gostamos tanto do local que vamos fazer um post só para ele 😉

Depois de ficarmos horas no Jardim Japonês voltamos passeando pelos parques que não tínhamos passado antes, contemplando as esculturas e monumentos da cidade. Já era final da tarde e nos surpreendemos com a quantidade de pessoas que estavam na rua praticando esportes. Uma cena realmente linda e colorida, resolvemos finalizar esse dia passeando mais uma vez pelo Rosedal e contemplamos o cair da tarde lá. Simplesmente um dia perfeito!

Fizemos tudo caminhando e com bastante calma, desfrutando e respirando a natureza ao meio dessa imensa cidade.

Outras atrações dos Bosques de Palermo

Jardim Botânico: Esse não deu tempo de ir, mas ele fica na frente do Zoológico tem 5 hectares de área verde, com mais de 5.500 espécies de árvores e plantas de diferentes regiões do mundo, divididas por pátios. Ele foi declarado Patrimônio Histórico Nacional e a entrada é gratuita.

Zoológico: Esse nós não fizemos questão de ir, mas ouvimos que ele está sendo convertido em um Eco Parque, o que consideramos uma ótima notícia, ele está fechado para visitação, sem data de retorno.

Museu da Evita: Este eu gostaria muito de ter conhecido, Eva Perón é uma grande heroína da Argentina, conhecida pelas causas sociais, pelo seu trabalho com os menos favorecidos até hoje é uma pessoa muito querida pelos argentinos. O museu que leva seu nome, retrata fases de sua vida através de pertences pessoais, roupas, documentos e muitos vídeos, ele fica próximo ao Jardim Botânico. O museu também conta com um restaurante charmoso e a entrada é 15 pesos, possui a opção de visitas guiadas em português, espanhol, inglês e francês e custa 35 pesos.

Essas são as principais atrações de Palermo, amamos o nosso dia lá <3

Planeje sua Viagem


Hospedagem

Confira as melhores ofertas e opções de hospedagem em Buenos Aires.

Seguro de Saúde

Para fazer uma viagem tranquila e segura, lembre-se de adquirir o seu seguro de viagem na SegurosPromo, que compara a cotação de algumas das principais operadoras de seguros do mercado, sempre com os melhores preços.

Mais posts sobre a Argentina


Um encontro com a Mafalda em Buenos Aires

Laguna Esmeralda: O trekking mais lindo do Fim do Mundo 

Glaciar Martial o trekking imperdível do Ushuaia 

3 dicas para economizar muito no Ushuaia

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here